Futebol

Prata da casa, João Victor celebra primeira partida pela Lusa

Em Diadema, na última quarta-feira (18), uma nova história começou a ser escrita dentro do futebol rubro-verde, quando aos 35 minutos o capitão do time, o experiente zagueiro William Magrão teve de ser substituído. O defensor de 33 anos deu espaço ao jovem João Victor de apenas 19 anos e que nunca havia jogador na equipe principal, até então.

Assim como Magrão, João também era o capitão da Portuguesa no Campeonato Paulista Sub20, por sua qualidade e liderança dentro de campo. Foram essas características que chamaram a atenção do técnico Fernando Marchiori que não já não podia contar com Diego Jussani e com Diego Sacomam.

Foi nesse ambiente de casualidades que surgiu a tão esperada oportunidade para João Victor debutar no profissional, ao lado de Patrick, e terminar a partida sem ser vazado.

“Vivi um momento inesquecível, uma sensação indescritível, onde eu não esperava por essa oportunidade tão cedo, com um grupo bem qualificado como é o nosso. Quando soube das ausências forçadas, eu comecei a me preparar e foi quando o professor Fernando [Marchiori] falou comigo, me motivou e passou confiança. Eu fico feliz de ter podido estrear com essa camisa gigante, pesada e no ano do centenário e posso afirmar que realizei um sonho de criança, agora é continuar trabalhando para poder seguir ajudando o grupo e chegar à final da Copa Paulista”, revelou.

João Victor pode pintar novamente na equipe rubro-verde para a partida contra o Nacional, neste domingo (22), no estádio Nicolau Alayon. Os zagueiros Diego Jussani e Diego Sacomam seguem afastados pelo Departamento Médico e William Magrão ainda é dúvida.