Futebol

Portuguesa vence em jogo sem torcida e segue no G8

Sem sua torcida, em um Canindé vazio por conta de decisão da Federação Paulista de Futebol, a Portuguesa venceu o Rio Claro, neste domingo (15), por 1×0, com gol de Jorge Eduardo, que saiu do banco para garantir a Lusa no G8 do Campeonato Paulista.

Mesmo no ambiente melancólico, a Lusa conseguiu se impor desde o início da partida, com ou sem chuva. Com menos de três minutos, Vinícius Silva cobrou falta pela direita e o zagueiro Roger conseguiu afastar com perigo pela linha de fundo. Na cobrança, Adilson Bahia levantou na área e Raniele subiu mais alto que a defesa e mandou por cima do gol, rente ao travessão.

A pressão seguiu sendo rubro-verde e aos 11 minutos, Adilson Bahia dominou pela esquerda, invadiu a área e chutou forte, exigindo bela defesa do goleiro Dheimison. Na sequência, um rápido contra golpe do Rio Claro e Matheus Lu finalizou de longe para Dida agarrar com segurança.

De volta à equipe titular, Edson também arriscou um petardo, da entrada da área, que Dheimison segurou com muita dificuldade. Aos 39 minutos, nova oportunidade rubro-verde, Léo Pereira recebeu na direita e abriu para Edson invadir a área e finalizar forte e cruzado, no rebote do goleiro rio-clarense, Wallace por pouco não empurra para o fundo do gol.

Antes do intervalo, deu tempo da Lusa fazer uma nova tentativa no ataque. Adilson Bahia recebeu pela esquerda, foi até a linha de fundo e cruzou para trás, mas ninguém da Portuguesa estava lá para escorar.

O time voltou para o segundo tempo com mudança, Edson deixou a equipe para a entrada de Jorge Eduardo. E com menos de um minuto a mexida deu o melhor resultado possível, Jorge recebeu pela direita, arrancou com velocidade e chutou cruzado, indefensável para o goleiro adversário. Foi o primeiro gol dele com a camisa rubro-verde.

Com a velocidade de Jorge e os espaços que o Rio Claro começou a deixar, a Lusa investia nos contra-ataques. Aos 10 minutos, em uma rápida descida rubro-verde, Wallace ganhou do zagueiro, no cabeceio, e fez Dheimison se esticar para, com um tapa, evitar o segundo gol da tarde. Na cobrança de escanteio venenosa de Bahia, a bola foi desviada no primeiro poste e sobrou para Lucas Siqueira cabecear, no susto, rente ao gol do Rio Claro.

Mesmo em vantagem, era a Portuguesa quem chegava com mais perigo, justamente nos erros do Rio Claro. Porém, a bola insistia em não entrar. A mais clara delas foi aos 30 minutos, quando o Wallace Lima dominou a bola pela esquerda, puxou para o pé direito e bateu em busca do ângulo esquerdo de Dheimison, mas bola foi caprichosamente para fora.

Aos 33 minutos foi a vez do Rio Claro se mostrar vivo dentro do jogo. Em jogada rápida pela direita, o juiz não marcou falta em Vinícius Silva, a bola sobrou para Luiz Thiago entrar pela linha de fundo e tocar na saída de Dida. Bruno Maia conseguiu o desvio e evitar o empate.

A chance do segundo gol caiu nos pés de Wallace, aos 38 minutos. Em lançamento longo, ele chegou à frente dos zagueiros e finalizou forte, mas na rede pelo lado de fora. Com as chances perdidas pela Lusa, a partida começava a ficar perigosa e o placar incerto.

A forte chuva que começou a cair na metade do segundo tempo deixava tudo ainda mais aberto, mas com garra e muita disposição, a Lusa garantiu a vitória suada e molhada.

Com o resultado, a Portuguesa chegou aos 18 pontos e segue no grupo dos oito classificados à segunda fase do Campeonato Paulista. Entre as incertezas da continuação dos jogos devido à pandemia do corona vírus, a Lusa volta a campo no próximo sábado (21), contra o Sertãozinho, fora de casa.

FICHA TÉCNICA
Campeonato Paulista – Série A2
15/03/2020 – 16h
Estádio Dr. Oswaldo Teixeira Duarte

PORTUGUESA: Dida, Léo Pereira, Raniele, Willian Magrão, Vinícius Silva; Caíque (Bruno Maia), Lucas Siqueira e Lucão (Fabrício Costa); Adilson Bahia, Wallace Lima e Edson (Jorge Eduardo). TÉCNICO: Fernando Marchiori

RIO CLARO: Dheimison, Douglas, Roger, Guilherme e Alyson; Acleisson (Matheus Santos), Everton (Kleber) e Eduardo; Luiz Thiago, Rodrigo e Matheus Lu. TÉCNICO: Adilson Teodoro

GOL: Jorge Eduardo (1’/2T)