Futebol

Portuguesa sai na frente, sofre o empate e conquista ponto no Canindé

Em busca de sua terceira vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro, a Portuguesa recebeu o Bangu neste sábado (31), em um gelado Canindé. Apesar de um início melhor, a Lusa não conseguiu segurar o placar e conquistou apenas um empate em 1×1, depois de sair na frente no marcador, com gol de Patrick.

Com o desfalque de Lucas Douglas, o técnico Fernando Marchiori optou por Maykinho aberto na esquerda e Cesinha deslocado para a direita. A opção funcionou nos primeiros minutos, com uma Portuguesa de linhas altas e com oportunidades perdidas no começo da partida.

Logo aos dois minutos, Tito recebeu a bola pela esquerda, se livrou do marcador e chutou forte cruzado, mas pela linha de fundo. No lance seguinte, Danilo Pereira organiza o meio e passa para Cesinha que consegue driblar o zagueiro e levanta na área para Caíque desviar de cabeça, para defesa segura de Paulo Henrique.

Ainda com pressão rubro-verde, Jefferson Feijão recebeu na velocidade, chegou à linha de fundo e cruzou à meia altura na pequena área. Antes que Tito chegasse, o goleiro do Bangu saltou na bola e defendeu sem rebote. Aos 10 minutos nova oportunidade, após cobrança de lateral de Feijão, Tito consegue dominar e girar, mas a finalização foi para fora, rente ao gol carioca.

Aos 16 minutos somente que o Bangu conseguiu criar alguma coisa, após cobrança de escanteio pelo lado direito, a bola sobrou na segunda trave para Raí Lopes que dominou e finalizou cruzado, com pouco perigo. Porém, a Lusa respondeu muito rapidamente com Maykinho puxando o ataque em velocidade, invadiu a área e chutou cruzado, mas desviado por Carlos Eduardo, a bola saiu pela linha de fundo.

Na cobrança de escanteio, Danilo Pereira cobra com perfeição e encontra a cabeça de Patrick que sobe mais alto que todo mundo e desvia para o fundo da rede. Foi o primeiro gol do jovem zagueiro na equipe profissional da Lusa, aos 20 minutos da etapa inicial.

Depois do gol marcado, a partida entrou em uma sequência monótona de perde e ganha no meio de campo. Tanto que o principal lance de perigo foi aos 34 minutos, quando Tito recebeu lançamento na direita, invadiu a área, conseguiu se livrar do marcador, mas teve de ajeitar para o pé esquerdo e acabou perdendo o timing do chute. A finalização saiu pela linha de fundo.

O Bangu começou a dar indícios de evolução e perigo, mesmo sem chute, a bola passou a rondar a área rubro-verde. E o que era uma sinalização no primeiro tempo, se tornou realidade na volta do intervalo. A equipe carioca voltou melhor em busca do empate e conseguiu, de pênalti.

Com a bola rondando a área da Lusa, Patrick e Magrão se alternavam tentando afastar o perigo de qualquer maneira. Diego Jussani, que entrara no lugar do lesionado Marco, também passou a ajudar no ataque aéreo carioca, mas, foi assim que surgiu a jogada do empate.

Após afastar errado, a bola voltou a ser alçada na área da Lusa e Patrick acabou tocando com a mão na bola. Pênalti marcado e convertido por Denílson, aos 15 minutos, que bateu rasteiro no canto esquerdo de Dheimison que por muito pouco não defendeu.

Depois disso, a partida passou a ficar aberta, como aconteceu aos 26 minutos em um lance perigoso para cada. Primeiro para a Lusa, com lançamento para Anderson Lessa nas costas da zaga, o centroavante chutou forte e cruzado, mas a bola desviou em Paulo Henrique e tomou altura. Antes dela cair no fundo da rede, a zaga do Bangu afastou em cima da linha.

A resposta foi imediata, o time carioca puxou o ataque pelo seu lado direito até a linha de fundo, Oliveira rolou para trás e Santarem finalizou colocado no canto direito de Dheimison que voou e agarrou sem rebote, em linda defesa.

Nesse ritmo de toma lá da cá, mas sem ameaços aos dois goleiros, Portuguesa e Bangu seguiram ao final com a igualdade no marcador. Um resultado abaixo do esperado, mas que garante um ponto somado e assegura, ao menos a vice-liderança do Grupo A07, ao final da rodada. A Lusa volta a campo no próximo sábado (07), contra o São Bento, em Sorocaba, às 15h, no estádio Bento de Abreu.

FICHA TÉCNICA
Portuguesa 1×1 Bangu
Campeonato Brasileiro
Estádio Dr. Oswaldo Teixeira Duarte
31/07/2021 – 19h

PORTUGUESA: Dheimison, Feijão (Lenon), Willian Magrão, Patrick e Marco (Diego Jussani); Caíque, Marzagão e Danilo Pereira (Anderson Lessa); Cesinha, Maykinho (Brayan) e Tito (Raphael Luz). TÉCNICO: Fernando Marchiori

BANGU: Paulo Henrique, Carlos Eduardo, Israel (Rafael Esculápio), Brito e Raí Lopes; Renatinho, Denílson e Luís Araújo (Oliveira); Santarém, Rochinha (Miller) e Rafael Carioca (Roberto Baggio).

ÁRBITRO: Diego da Silva (SE)
AUXILIARES: Veridiana Contiliani Bisco (SP) / Ítalo Magno de Paula Andrade (SP)

CARTÕES AMARELOS: Feijão e Patrick (P) / Vinícius (B)
CARTÃO VERMELHO: Diego Jussani (V)