Futebol

Carta aberta à torcida rubro-verde

Com o início do Campeonato Paulista em menos de 15 dias, é chegado o momento de falar abertamente com o torcedor da Portuguesa que, eu sei, está ansioso. Devo dizer que compartilho dessa ansiedade em ver em campo o time de guerreiros que conquistou a Copa Paulista, reforçado por peças importantes que chegaram neste começo de ano.

Teremos duras batalhas em 2021, onde temos dois objetivos muito claros em nossa mente e para tal eu deposito toda minha confiança em nossa diretoria de futebol. Profissionais capacitados e gabaritados que assumiram a dura missão de organizar um departamento que há muito estava defasado, e estão conseguindo colocar “a casa em ordem”.

Devolveram a dignidade de uma camisa que não podia jogar contra rebaixamentos e muito menos ser uma figurante em competições classificatórias. A Portuguesa precisa e merece olhar para cima, ter uma sequência de trabalho galgada em profissionalismo.

Em menos de um ano, interrompido por uma pandemia, os resultados dentro de campo apareceram, frutos dessa profissionalização dentro do nosso futebol. Onde todas as decisões tomadas são de cunho técnico e administrativo, pensando única e exclusivamente na evolução da nossa Portuguesa.

Desta forma, identifico em nosso elenco um perfil vencedor, de jogadores motivados e que entenderam o projeto de nossa Associação. Da mesma forma, vejo nesta diretoria de futebol, Comissão Técnica e Staff, um trabalho coerente e coeso, liderado por dois homens de minha confiança, Flavio Alves e Fernando Marchiori, e que, penso, merecem o mesmo de nossa torcida.

Em menos de duas semanas a bola volta a rolar e penso que todos juntos, time, diretoria e torcida, a Portuguesa será muito mais forte. Com Deus no comando e Jesus no coração, essa nação valente seguirá seu caminho de reconstrução.

Antonio Carlos Castanheira
Presidente da Associação Portuguesa de Desportos