Futebol

“A Portuguesa continua grande”, afirma técnico da Lusa

A Portuguesa fez um grande jogo contra o Guarani, na última rodada, no Canindé, quando venceu por 2 a 1. Além dos três pontos, que afastam qualquer perigo de rebaixamento, a Lusa mostrou um bom futebol, sem contar a garra e a determinação dos atletas dentro de campo.

O treinador Allan Aal comenta que vinha cobrando uma mudança de postura na equipe. Segundo ele, além de jogar bem, o time ia precisar ter um “algo a mais”, para obter os resultados positivos. “Se a gente tivesse sempre essa postura, que eu cobro deles, a gente não estaria passando por essa situação, mas sim em uma outra situação”, comenta o comandante Luso. “Eu até disse para eles, que eu lamento que esteja acabando. Se tivéssemos mais umas algumas rodadas, a gente estaria brigando, de repente, por uma situação melhor lá em cima. É isso que o torcedor merece, e o que a gente quer. A Portuguesa continua grande e a nossa entrega também tem que ser grande”, afirma Aal.

Agora, para a última partida desta primeira fase do Campeonato Paulista – Série A2, Allan quer a mesma dedicação da equipe. “Para nós é uma decisão. É o mínimo que podemos fazer pelo torcedor, por nós mesmos. Somos profissionais. E eu falo para eles, nós não representamos só a gente, representamos um clube com muita tradição, nossa família, o torcedor… Não existe jogo sem importância. Todos os jogos, enquanto eu estiver aqui, serão de fundamental importância e a gente vai brigar sim, para buscar uma vitória fora de casa”, projeta Allan.

A Lusa encerra sua participação na A2 do Paulistão contra o Sertãozinho, fora de casa. O jogo será neste sábado, 24, às 15h.