Futebol

Portuguesa cai nos pênaltis e fica com o vice da Copa Rubro-Verde

Zé Roberto cobra escanteio durante final da Copa Rubro-Verde. Foto Everton Calício/Portuguesa

Em uma final Portuguesa com certeza, Lusa-SP e Lusa-RJ disputavam o título de campeã da primeira edição da Copa Rubro-Verde. Empolgada com Zé Roberto, a Lusa do Canindé contava com o apoio de sua torcida para ficar com o caneco. Durante todo o tempo regulamentar a partida foi bem disputada pelas duas equipes.

Na etapa inicial, com ligeira superiordade dos cariocas, as duas equipes tentavam  ligação direta com o ataque, mas não chegavam a chances de gol. Bem disputado e com as duas equipes promovendo bastante faltas o jogo foi para o intervalo no 0x0. Já no segundo tempo a  Portuguesa voltou a campo mais focada em busca de abrir o marcador, mas esbarrava nas boas defesas do goleiro Milton Raphael e da zaga carioca.

Como nada mudou no placar, a decisão do título foi para os pênaltis. Pela Lusa do Canindé, apenas Paulo Fernando converteu a sua cobrança, enquanto Gian, Raul e Franklin desperdiçaram. Já Raylan, Jonathan e Diego Maia marcaram pela Portuguesa Carioca garantindo o título da primeira edição da Copa Rubro-Verde para o Clube da Ilha do Governador.

Festa dos jogadores da Portuguesa Carioca, após vencer a Lusa nos pênaltis por 3 a 1. Foto Everton Calício/Portuguesa

FICHA TÉCNICA
Portuguesa (SP) 0 x 0 Portuguesa – Copa Rubro-Verde, final – 07/01/2018, às 18h30
Estádio do Canindé (São Paulo – SP)
Árbitro: Júlio Cesar Meireles
Assistentes: Ricardo Ferreira da Cruz e Wellington Bragantim Caetano

Portuguesa: João Lopes; Carlinhos (Paulo Fernando, 23’/2ºT), Gabriel Santos, Marcos Vinícius e César; Jonatas Paulista, Felipe, Pereira (Gian, intervalo) e Zé Roberto; Bruno Duarte (Raul, 23’/2ºT) e Luizinho (Franklin, 36’/2ºT). Técnico: Guilherme Alves

Portuguesa (RJ): Milton Raphael; Cássio, Luan, Marcão e Diego Maia; Muniz (Ygor, 28’/2ºT), Jhonnatan e Maicon Assis (Rhayllan, 15’/2ºT); Sassá (Andrezinho, 28’/2ºT), Alexsandro e Romarinho (Jairo Paraíba, 28’/2ºT). Técnico: João Carlos Ângelo.

Cartões amarelos: Gabriel Santos, Felipe, César (POR); Alexasandro, Diego Maia, Jhonnatan (CAR)

Pênaltis: Portuguesa (SP) – Gian (X), Raul (X), Paulo Fernando (O), Fanklin (X) /
Portuguesa: Rhayllan (O), Jhonnatan (O), Marcão (X), Diego Maia (X), Alexsandro (O)