Futebol

Edital de Convocação – Assembleia Geral

EDITAL DE CONVOCAÇÃO
ASSEMBLEIA GERAL DA ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE DESPORTOS

 
Pelo presente edital, o Sr. Alexandre Azevedo Barros, Presidente eleito, na qualidade de Administrador Provisório da Associação Portuguesa de Desportos, nos termos da decisão judicial, CONVOCA os senhores sócios fundadores, remidos, patrimoniais, contribuintes, contribuintes benfeitores, grande-benfeitores, com no mínimo 18 (dezoito) anos de idade e com mais de 2 (dois) anos no quadro social, no pleno gozo dos seus direitos (art. 35, parágrafo 1o., dos Estatutos Sociais), para a ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA a realizar-se na sede social do clube, à Rua Comendador Nestor Pereira n.º 33, Capital, dia 30 de Novembro de 2017 (quinta-feira), às 8:00 (oito) horas da manhã, em primeira convocação com um mínimo de 500 (quinhentos) sócios e, em segunda convocação, uma hora depois com qualquer número (art. 38, dos Estatutos Sociais), permanecendo a Assembléia aberta até às 18:00 (dezoito) horas do mesmo dia, com a seguinte ORDEM DO DIA:

 
a) Eleição de 40 (quarenta) membros efetivos e seus suplentes ao Conselho Deliberativo, em representação proporcional aos votos obtidos pelas chapas e individualmente (art. 36, letra “a” e art. 40, parágrafo 6°., dos Estatutos Sociais);

 

ESCLARECIMENTOS:
1) O registro do nome das chapas deverá ser efetuado na Secretaria do clube, sob protocolo, subscrito por pelo menos 10 (dez) associados com mais de 5 (cinco) anos no quadro social, com antecedência de 20 (vinte) dias da data marcada para a Assembleia Geral (art. 9o. do Regimento Interno da Assembleia Geral);

2) O registro dos candidatos, através das chapas, deverá ser efetuado na secretaria do clube, sob protocolo, com antecedência de 15 (quinze) dias da data marcada para a Assembleia Geral, nos termos do art. 91 e parágrafo, dos Estatutos Sociais, sendo que as chapas ao Conselho Deliberativo deverão ter no mínimo 60 (sessenta) candidatos, numerados de 1 (um) a 60 (sessenta);

3) O sócio que estiver classificado em mais de uma categoria somente poderá votar por uma delas (art. 19, parágrafo único, dos Estatutos Sociais);

4) Não será permitido o voto por procuração, sendo obrigatório o sufrágio secreto (art. 38, parágrafo 2°, dos Estatutos Sociais);

 

São Paulo, 01 de Novembro de 2017.
ALEXANDRE AZEVEDO BARROS