Futebol

Persistência foi a chave para a vitória, diz Bruno Xavier

No final da primeira etapa, o técnico Tuca Guimarães já pedia para que o meia Bruno Xavier acelerasse o processo de aquecimento, pois voltaria com ele após o intervalo, na partida diante do Uniclinic, na noite de quarta-feira (15), pela primeira fase da Copa do Brasil, no estádio Domingão, em Horizonte.

Entrando na vaga de Luizinho, o jovem jogador oriundo das categorias de base da Lusa mostrou que a aposta do comandante iria dar resultado. “Errei duas bolas, que poderiam ter sido gols. Mas persisti para alcança-lo e fui muito feliz ao marcar o gol que abriu o caminho para nossa classificação. Nosso time acredita sempre. E isso nos inspira a não desistir nunca”, falou o jogador.

Com apenas 20 anos, esse foi o seu terceiro gol com a camisa rubro-verde, desde a sua estreia no time profissional da Lusa em junho de 2015.

“Fui feliz no posicionamento. O Brunão deu um passe preciso e tive a felicidade de concluir com qualidade. Temos treinado muito e é bom poder colocar em prática no jogo aquilo que a comissão nos pede”, afirmou.