Futebol

A primeira vez que Portuguesa e Velo Clube se enfrentaram no Canindé

São passados 37 anos que Portuguesa de Desportos e Velo Clube de Rio Claro se enfrentaram pela primeira vez, no Estádio Dr. Oswaldo Teixeira Duarte. O jogo foi realizado na ensolarada manhã de domingo, 19 de Agosto de 1979, e válido pelo Primeiro Turno do Campeonato Paulista daquele ano.

Depois de muito sofrimento, a Portuguesa conseguiu furar a retranca armada pelo time de Rio Claro, que, comandada pelo zagueiro Hércules, se defendeu muito bem e dificultou a vida ofensiva da Lusa. O gol da vitória rubro-verde foi assinalado pelo artilheiro Caio, aos 26 minutos do segundo tempo.

O técnico João Avelino escalou a Lusa com Éverton no gol, nas laterais estiveram Edson que foi revelado na base do clube e Toninho Braga que ele trouxe do futebol mineiro. No meio da zaga, jogaram Bolivar e Altair. Bolivar veio do Grêmio RS e Altair surgiu nas categorias inferiores. No setor intermediário jogaram o veterano Luciano, jogador revelado no Santa Cruz, e o jovem Paranhos, que João Avelino foi buscar na Francana. No ataque, atuaram o hábil Zair, ao seu lado o genial Enéas, o artilheiro Caio e o garoto Jorge Luís, outra revelação lusitana. Ainda entraram os atacantes Rui Lima e Cacá, dupla de garotos que a Lusa garimpou no futebol do Piauí.

Vale lembrar que o time interiorano, naquele ano, participava pela primeira vez do principal campeonato de nosso Estado. A torcida da Portuguesa que compareceu em bom número, 8.620 torcedores, comemorou muito o resultado, que significou o oitava partida invicta de uma série de 13 jogos naquela competição.

A série começou com a vitória em Piracicaba, por 3 a 0, contra o XV, depois 3 a 1 diante do Botafogo no Canindé, em seguida 1 a 0 sobre o Comercial também em casa, 1 a 1 contra o XV em Jaú, o empate sem gols com o Corinthians no Pacaembu, a vitória 2 a 0 contra a Internacional de Limeira em solo luso, os 2 a 1 em Campinas diante do Guarani. Depois de enfrentar e vencer o Velo, por 1 a 0, a Lusa empatou os clássicos contra Palmeiras e Santos, ambos por 1 a 1 no Pacaembu, empate 0 a 0 contra o Marília no Interior, vitória 3 a 0 contra a Francana em casa e empate sem gols com a Ponte Preta no Canindé.

Na próxima terça-feira, as duas equipes voltam a se enfrentar no Canindé em situações bem diferentes de 1979.