Futebol

A primeira vez que a Portuguesa enfrentou o Rei Pelé

Nesta semana, se completa 49 anos que a Portuguesa enfrentou o Rei Pelé pela primeira vez. Isso aconteceu na tarde de sábado, 9 de Fevereiro de 1957, quando a Lusa derrotou o Santos, por 4 a 2, na Vila Belmiro, e Pelé conheceu sua primeira derrota contra os lusos. Clássico que a Portuguesa contou com grandes nomes defendendo suas cores.
Na meta jogou Cabeção, goleiro que dois anos antes foi campeão do Torneio Rio-São Paulo pela equipe verde encarnada. Hermínio, um verdadeiro soldado rubro-verde, sempre pronto a servir o clube dentro de campo como jogador e fora dele como observador e técnico. Beiço um zagueiro forte, daqueles que enchem área e que tinha uma bomba no pé. Reinaldo, Julião e Zinho, uma eficiente linha intermediária. Amaral um ponteiro direito à moda antiga. Orlando, atacante voluntarioso que não ficou muito tempo no time. O veterano e bom de bola Liminha, o sempre objetivo Zé Amaro e o sempre regular Zézinho.
Além desses craques, a Lusa teve o notável Edmur, homem que depois continuou fazendo muito sucesso em Portugal.  Durante esse jogo, o sábio técnico Nena aproveitou para lançar o jovem e talentoso Didi, que emergia das categorias inferiores da Lusa e já mostrava ser possuidor de acentuada dose de qualidade técnica. Um resultado histórico da Portuguesa que foi construído com os gols marcados por Orlando, Zinho, Zézinho e Edmur.
Portanto, quase meio século da primeira derrota de Pelé para Lusa.
Um abraço e até a próxima
Antonio Quintal